Ela

As ondas dos seus cabelos caíram sobre os peitos pequenos que preenchiam muito pouco do vestido. Ela fala sobre algo enquanto olha através da janela. O castanho dos seus olhos parece desbotar em contato com a luz. Ela me olha subitamente e joga a cabeça pra trás com um sorrisinho nos lábios, com o pescoço esticado e a boca semiaberta, ela se mantém deitada. Os pelos pubianos aparecem e seus dedos o tocam suavemente. O tecido do vestido comprime seus peitos e posso ver que os mamilos estão enrijecidos. Ela ainda está falando algo. Ela abre as pernas e seus dedos desaparecem entre elas, devagar. Não consigo ouvi-la. Sinto prazer em todo globo ocular. Ela escorrega devagar e deita-se de bruços. A carne do seu quadril fica a mostra movimentando-se intensamente. Tiro a roupa, dobro e coloco sobre a cadeira. Ela levanta os olhos em minha direção e sorri maliciosamente. Me aproximo das suas costas. Toco seu pescoço com a ponta dos dedos, afasto seus cabelos e cravo os dentes em sua pele. Ela estremece, ela geme, ela comprime seu quadril contra mim. Ela gosta da dor. Deslizo minha mão esquerda na direção do seu cabelo e agarro sua nuca. Ela se vira e lambe meus lábios de uma maneira displicente e excitante. Seu hálito e seu gosto são agora como um universo de algodão no qual estou com o rosto completamente submerso. É difícil respirar. Nossos corpos estão misturados de uma maneira confusa. Seus cabelos sorriem pra mim. O ar parece se fundir à sua pele e nesse momento é tudo o que preciso. Nós dizemos coisas inacreditáveis. Nós sentimos um tesão absurdo. Nós nos permitimos extravasar um ao outro. Não é possível definir onde começa sua pele e onde termina a minha. Nossos braços segurando nós mesmos.

De repente tudo se torna suspiros, estamos deitados, um ao lado do outro, olhando para o teto. Seus pés balançando e fazendo desenhos de coração no ar. Seus dentes mordendo o lábio inferior e seu olhar me sorrindo. Sorrio de volta.

Anúncios

Sobre detantopensarescrevi

Um dia acordei e estava espalhada, haviam palavras por todos os lados, e não tinha como junta-las, foi então que decidi escrevê-las.
Esse post foi publicado em Uncategorized. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s