Arquivo do mês: setembro 2014

Uma analogia bobinha para a vida

Estou pensando seriamente em transferir para a minha vida, o critério que uso para correr. Geralmente, eu corro por volta das oito horas da manhã. O ar está fresco, uma brisa bate no rosto e bagunça meus cabelos, e indescritivelmente, essa … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | 2 Comentários

Serenata de chuva, poesia de vento

Hoje o vento bateu na minha porta. Bateu de leve e assoviou gritinhos que me faziam arrepiar. Veio junto com a chuva, suave, doce, querendo me levar de cá pra lá e por muitos os lados. A chuva estava pingando … Continuar lendo

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário