O egoísmo regulamentado pela vontade humana

egoismo_thumb[41]

Talvez a questão humana esteja no fato do homem buscar provar constantemente para si mesmo que pode impor suas vontades. Uma vez que o homem tenha essa consciência, usa de todos os tipos de artifícios e na maioria das vezes criam gradativamente cenários de destruição (física e figuradamente). O homem tem a natureza agressiva, e a maior forma de impor suas vontades é essa, aliás, impor suas vontades já é uma forma de violência. Mas o homem nunca estará satisfeito, e quanto mais puder impor suas vontades, mais irá alimentar novas vontades, até que se convença que de alguma forma elas prevaleceram.

*Mas afinal, o que se deve esperar do homem, sendo ele dotado das características mais egoístas possíveis? A vontade humana está intencionalmente ligada aos maiores absurdos prejudiciais, quando talvez a única coisa imprescindível fosse conseguir dar continuidade a história humana, respeitando as divergências de vontades.

Mas mesmo que seja comprovado que sua vontade não poderá prevalecer sempre, assim como de fato é, o homem criará propositalmente uma situação deveras nociva, que lhe assegure impor sua vontade, unicamente por egoísmo. E se algum dia a consciência vier a lhe doer, ele finalmente poderá se apoiar em causas humanitárias, como uma maneira de eximir-se da culpa. Mas não será apenas pela culpa, será também pela necessidade de provar para si mesmo que os fins justificaram os meios.

*O homem luta noite e dia por suas vontades, e as formas de se chegar ao seu objetivo são mais prazerosas que necessariamente o próprio objetivo, talvez por isso a guerra seja interminável. O sofrimento muitas vezes é tão saboroso ao homem quanto à alegria, sobretudo, o sofrimento causado em função da sua vontade. Talvez isso assegure que o homem nunca desista do sofrimento e muito menos da guerra.

O egoísmo presente nas vontades humanas é como um sargento que para diante dos seus soldados, com as mãos na cintura, cospe ao lado de suas botas, e de maneira petulante procura convencer seus soldados que os obstáculos à frente devem ser igualmente ultrapassados, seja um saco de areia, um tanque de guerra ou corpos de soldados derrotados.

*Referencias à Notas de Subsolo, Destoiévski.

 

Anúncios

Sobre detantopensarescrevi

Um dia acordei e estava espalhada, haviam palavras por todos os lados, e não tinha como junta-las, foi então que decidi escrevê-las.
Esse post foi publicado em Comportamento, Referencias, Ser humano. Bookmark o link permanente.

2 respostas para O egoísmo regulamentado pela vontade humana

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s