Destino ou preguiça de mudar?

images tumblr - Destino

Eu sempre fui cética em relação à maioria das opiniões que envolvem o destino. Vejo muitas pessoas dizendo que gostariam que o destino lhes reservasse outra vida, ou que o destino não se escolhe. Pois eu digo que há controvérsias, pelo menos pra mim elas são muito claras.

Uma coisa é você saber que não tem controle sobre as pessoas que vão aparecer na sua vida, ou as fatalidades que acontecerão, ou até mesmo o fato de ser rico ou pobre, a isso eu concordo que chame destino. Mas vejo que as pessoas simplesmente se deixam levar pelo que elas chamam “destino” como se a vida fosse uma sucessão de acontecimentos ao acaso e irreversíveis.

Tenho a impressão que usamos essa desculpa quando não temos alguém pra culpar por nossos erros ou escolhas. É como vaguear sem rumo pelo vasto mundo do acaso. A isso se convencionou chamar de destino. “O que tem que ser será” tem muita força sobre as pessoas e a vida fica restrita ao que passou e poderia ter sido diferente e ao que está por vir e não poderá ser mudado. O destino é muitas vezes uma espécie de superstição.

Cada vida é o que deveria ser e não há como mudar? Realmente isso é verdade? Em partes sim, mas creio que não totalmente porque em grande parte, nossa realidade reflete o que fizemos durante a vida. O destino não significa estar em uma direção oposta a realidade irrealizável, o destino não é um decreto de vida irreversível, nem é algo que se mude apenas com os caprichos das fatalidades.

O destino é definido por aqueles momentos onde simplesmente não podemos fazer nada diante de certas situações ou realidades. É uma força maior que o nosso poder de decisão ou mudança, qualquer coisa diferente disso não é destino, é preguiça de mudar.

Anúncios

Sobre detantopensarescrevi

Um dia acordei e estava espalhada, haviam palavras por todos os lados, e não tinha como junta-las, foi então que decidi escrevê-las.
Esse post foi publicado em Comportamento, Crítica, Crônica, Vida. Bookmark o link permanente.

3 respostas para Destino ou preguiça de mudar?

  1. Jean Fillipe disse:

    Eu penso basicamente da mesma forma. Até escrevi um artigo sobre o destino no meu blog. Se quiser ler, o link é este: http://erranteopcional.blogspot.com.br/2012/07/destino-existe-ou-nao.html

  2. milenaanjo disse:

    Concordo com o texto, o destino às vezes tem um significado quase místico nas pessoas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s