O tempo

Por Fabiana Silva

O tempo é um velhaco presunçoso

Rouba momentos de viver bem

Mas esquece-se de passar em momentos ruins

O tempo não ajuda quem vive

Ligeiro corre nos trilhos de um trem

E atrapalha quem só sobrevive

Fica tic taquiando a esperar o que vem

O tempo é sacana, sim!

Não há o que se faça

Ele acaba te afastando de alguém

Zomba de vê-lo apressado

E como coitado tentando o seguir

O tempo aumenta o passado

Limita o presente e diminui o futuro

E às vezes o nosso melhor tempo

É aquele momento feito de alguns segundos.

Anúncios

Sobre detantopensarescrevi

Um dia acordei e estava espalhada, haviam palavras por todos os lados, e não tinha como junta-las, foi então que decidi escrevê-las.
Esse post foi publicado em Poema, Tempo. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s