Apesar do pesar, despeço-me

Por Fabiana Silva

Em um dia frio, chega a hora de dizer adeus.

Pensamentos tristes e fragilidade

Ficar sem você é existir sem ser

O brilho se ofusca longe da sua felicidade.

Despeço-me

Como se fosse um adeus ao que me é vital

 Desejo-te

Como desejo o próprio ar

Espero-te

Com toda força da alma

Como se pensar forte te impedisse de ir.

Mas a distância não é definitiva

A saudade alimenta a falta.

E posso imaginar seu abraço

Que de tão forte e quente, até mesmo o sinto.

Então viver seria sonhar você

E reconstruí-lo todas as manhãs.

Anúncios

Sobre detantopensarescrevi

Um dia acordei e estava espalhada, haviam palavras por todos os lados, e não tinha como junta-las, foi então que decidi escrevê-las.
Esse post foi publicado em Amor, Despedida, Distância, Poema, Relacionamento. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s